sábado, 15 de agosto de 2015

DICA DE PORTUGUÊS : Como falar corretamente

Olá para todos! Estou de volta com as postagens semanais sobre idiomas, e desta vez trago mais um compartilhamento que fiz em uma rede social, o da 'Campanha A Favor Do Nosso Português'. Se trata de publicações curtas sobre como corrigir alguns erros comuns que os falantes da língua portuguesa cometem. Não deixem de conferir!


#############################################################################
Visite também meus perfis nas redes sociais:
YouTube: Amanda Midori
Facebook: Amanda Midori
Twitter: twitter.com/amandamidori__
Instagram: instagram.com/amanda_midori
Google+: +AmandaMidoriLimaTeixeira

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

RESENHA: 'Cidades de papel'

Olá para todos! Depois de um bom tempo sem postar resenhas, eu voltei com as publicações descritivas e críticas dos livros que leio. E esta semana é a vez de 'Cidades de papel', de John Green.

Título: Cidades de Papel
Autor: John Green
Gênero: Romance jovem adulto
Ano: 2013
Total de páginas: 368
Editora: Intrínseca
Título original: Paper Towns
Tradução: Juliana Romeiro
ISBN: 978-85-8057-374-9

A história entre uma busca incansável pelo paradeiro de uma jovem que decide não querer ser encontrada.

O adolescente nerd Quentin Jacobsen tem uma vida normal como qualquer jovem da sua idade, até o dia em que a sua colega de escola e vizinha desde a infância Margo Roth Spigelman, por quem mantém uma paixão platônica, invade a janela do seu quarto toda vestida de preto, ao estilo ninja, com uma proposta de vingança irrecusável. Depois da noite de aventuras e uma busca aparentemente interminável, ele descobre que 'M' não é exatamente a garota que ele pensava.

Tudo tem início durante o último ano escolar de 'Q', como é conhecido e seus amigos de turma. Enquanto todos pensam unicamente na tão aguardada festa de formatura e em seus seguintes anos na faculdade, Quentin tem o pensamento voltado apenas para popular Margo, que desapareceu após cometer seu plano de vingança, dias antes do final das aulas. Contrariando a todos que já estavam acostumados com os sumiços de Margo, inclusive os pais da jovem, Q decide manter o foco na busca pelo paradeiro dela.

Margo decide ir embora após se vingar da traição do namorado e do comportamento de algumas garotas que ela considerava como amigas. Revoltada com o motivo da sua vingança, ela acredita que todos não passam de seres de papel, pessoas falsas e 'idiotizadas', que pensam apenas em possuir coisas, todas frágeis como papel. Com o hábito de deixar pistas antes de realizar suas fugas, desta vez as mesmas pistas provocam o interesse de Q por achar que indicam serem indicadas para ele.



As obras de John Green definitivamente caíram no gosto do público adolescente e também no de alguns que já passaram dessa fase, por apresentar um modo descontraído de contar as suas histórias que caracteriza uma leitura fácil e descontraída que prende a atenção do leitor.

A prosa de 'Cidades de papel' apresenta diálogos com gírias e palavrões em tom de descontração, característico da conversa entre jovens. As passagens engraçados ficam por conta dos divertidos coadjuvantes e amigos de Quentin, o desajeitado Ben e o antenado Radar. Enquanto, a participação do protagonista Q muitas vezes chega a ser repetitiva e entediante. Mesmo assim, o livro provoca risadas em vários momentos e reflexão em outros, mas pecou pelo final, que decepcionou grande parte de seus leitores.

Esta é a terceira história do escritor e voggler americano John Green que foi adaptada para as telas. As outras são 'A culpa é das estrelas', já conhecida do público brasileiro e 'Love the coopers'. A última será lançada em novembro nos EUA, e teve dois outros títulos originais, "The most wonderful time" e "Let it snow".
########################################################################
Visite também meus perfis nas redes sociais:
YouTube: Amanda Midori
Facebook: Amanda Midori
Twitter: twitter.com/amandamidori__
Instagram: instagram.com/amanda_midori
Google+: +AmandaMidoriLimaTeixeira

sábado, 8 de agosto de 2015

DICA DE PORTUGUÊS: Obrigado ou Obrigada

Olá pessoal! Tudo bem? Estou de volta neste sábado à noite para trazer mais uma dica de português para vocês. A de hoje, é um erro muito frequente que ouço nos diálogos e conversas do dia a dia, o emprego de obrigado/ obrigada.


É normal ouvirmos os falantes da língua portuguesa dizerem 'obrigado', mas não tão comum 'obrigada'. É como se quase todos usassem essa palavra como única forma de agradecimento. Ou, numa segunda alternativa, pronunciam obrigado quando agradecem uma pessoa do sexo masculino e obrigada, quando agradecem alguém do sexo feminino. Afirmo essa última opção porque já cometi esse erro, mas quando entrei na faculdade resolvi  investir no aprimoramento da minha língua nativa e percebi que cometia um equívoco.

Conforme a gramática tradicional, a palavra obrigado é um adjetivo usado para expressar agradecimento por um favor ou algo recebido. Desta maneira, varia conforme o gênero e portanto sofre mudança na desinência nominal da palavra, a letra final que indica o sexo do falante. Portanto:

*Homens devem dizer 'obrigado'.
*Mulheres devem dizer 'obrigada'.

Obrigada por lerem o post até o final. Qualquer dúvida que ainda exista ou sugestão, podem ser escritas aqui nos comentários. Terei imenso prazer em ler e responder a todos. Bjs e até o nosso próximo encontro.
#########################################################################
Visite também meus perfis nas redes sociais:
YouTube: Amanda Midori
Facebook: Amanda Midori
Twitter: twitter.com/amandamidori__
Instagram: instagram.com/amanda_midori
Google+: +AmandaMidoriLimaTeixeira

sábado, 1 de agosto de 2015

DICA DE PORTUGUÊS: Verbo Fazer

Olá pessoal! Estou de volta e desta vez para fazer algo um pouco diferente. Não criei um post para publicar hoje no blog porque resolvi compartilhar um que vi no Facebook e que achei muito interessante. Se trata de um erro muito comum sobre o uso do verbo FAZER indicando tempo decorrido, que falantes da língua portuguesa cometem e espero que seja útil para vocês. 


Comentem o que acharam, e se tiverem alguma sugestão ou dúvida também podem escrevê-las aqui no blog, ou enviá-las diretamente para o meu e-mail: contato.amandamidori@gmail.com. Lembrem-se que toda crítica construtiva é muito bem-vinda, e eu adoraria saber o que vocês tem para dizer. Bjs para todos e até o próximo encontro.
##########################################################################
Visite também meus perfis nas redes sociais:
YouTube: Amanda Midori
Facebook: Amanda Midori
Twitter: twitter.com/amandamidori__
Instagram: instagram.com/amanda_midori
Google+: +AmandaMidoriLimaTeixeira