sábado, 25 de julho de 2015

DICA DE PORTUGUÊS - Mas Mais e Más

Olá para todos! Estou de volta com mais uma dica de português para vocês, o uso de 'mas' e 'mais'. Essas duas palavrinhas também geram dúvidas aos falantes da língua portuguesas na hora de empregá-las no dia a dia, portanto espero que esse post possa esclarecer as dúvidas de vocês.



Mas -> É usada principalmente na função de conjunção adversativa, possuindo o mesmo sentido de contudo, todavia, porém. Transmite a ideia de limitação ou oposição.
Ex.: Gostaria de ir ao cinema amanhã, mas tenho um compromisso.
           Gostaria de ir ao cinema amanhã, porém tenho um compromisso.

Mais -> É usada principalmente como advérbio de intensidade, transmitindo a ideia de maior quantidade, ou como conjunção aditiva dando a noção de acréscimo ou adição. Tem sentido contrário a menos.
Ex.: Gato é o animal que mais gosto.
        Dez mais dez é igual a vinte.

Ambos termos podem ser usados com outros sentidos. Veja:
Ex.:  Ele canta muito bem, mas muito bem mesmo! (como advérbio, ênfase).
        Ele seria o homem ideal, não fosse um pequeno mas: ele não gosta de viajar! (como substantivo, senão).
     Não diga nada, os mais que resolvam essa situação. (como pronome indefinido, os outros).
        Ela saiu mais o namorado e disse que vai demorar. (preposição, junto com).
        Isto é o mais que ela é capaz de fazer. (substantivo comum, máximo).
        É mais gordo do que o seu irmão mais velho. (conjunção subordinativa, comparação).

Más -> É o adjetivo plural feminino de mau.
Ex.: O mundo está cheio de pessoas más.
#####################################################################
Visite também meus perfis nas redes sociais:
YouTube: Amanda Midori
Facebook: Amanda Midori
Twitter: twitter.com/amandamidori__
Instagram: instagram.com/amanda_midori
Google+: +AmandaMidoriLimaTeixeira

domingo, 19 de julho de 2015

Dica de Português - Por que; Por quê; Porque e Porquê

Olá pessoal? Tudo bem com vocês? Estou de volta para dar continuidade as postagens sobre idiomas. Eu fiquei ausente por duas semanas devido a motivos pessoais que me impediram de atualizar o blog, mas como fiquei muito preocupada em não atrasar o conteúdo de português e japonês para que vocês não ficassem um longo período sem matérias novas, resolvi me esforçar aqui para fazer essa publicação de domingo.

O conteúdo de hoje é um esclarecimento sobre os 4 porquês da língua portuguesa que ainda geram confusão na hora de aplicá-los na nossa fala e escrita do dia a dia. Assim, deixarei aqui uma simples explicação para ajudá-los:

Por que -> A junção da preposição por e do pronome interrogativo que é usada nas perguntas e corresponde a 'por qual razão' e correspondem a 'por qual razão', 'por qual motivo', e em alguns casos 'pelo qual'.
Ex.: Por que você não atendeu ao telefone?

Por quê -> Nos finais de frases.
Ex.: Por quê? Ele sabe o por quê.

Porque -> Utilizado em frases afirmativas ou em respostas, com o objetivo de dar uma causa ou explicação.
Ex.: Não foi a aula porque teve febre.

Porquê -> Quando exerce o papel de um substantivo e substitui os substantivos motivo ou razão. Geralmente surge acompanhado de palavra determinante como um artigo, por exemplo.
Ex.: Não consigo compreender o porquê de sua atitude.

Por hoje é só, até o nosso próximo encontro.
############################################################################
Visite também meus perfis nas redes sociais:
YouTube: Amanda Midori
Facebook: Amanda Midori
Twitter: twitter.com/amandamidori__
Instagram: instagram.com/amanda_midori
Google+: +AmandaMidoriLimaTeixeira

sexta-feira, 3 de julho de 2015

DICA DE PORTUGUÊS - Onde e Aonde

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Estou de volta para o nosso encontro semanal acerca das dicas de idiomas, e a de hoje é sobre o uso de Onde e Aonde.

Como já postei aqui no blog, publico dicas sobre português; inglês; espanhol e japonês. Como vocês viram, o conteúdo é grande e bem puxado, por isso peço de coração que vocês tenham um pouquinho de paciência porque atualmente estou correndo contra o tempo e está difícil de conseguir por tudo isso em ordem. 

Sou acadêmica de Jornalismo, como também já citei anteriormente aqui no blog, e é muito comum reunirmos na faculdade em grupos de amigos para conversar sobre possíveis erros que cometemos em nossos textos, alguns sem perceber. Esse tópico fez parte de uma dessas reuniões, quando uma amiga me perguntou se eu sabia a diferença entre essas duas palavras. Esclareci. Ela educadamente me agradeceu e declarou que iria guardar a explicação para colocar em prática tanto na sua vida profissional quanto pessoal. Mas vamos ao que interessa:


Ambas palavras tem sentido de lugar, entretanto possuem significados diferentes e por isso não podem ser usadas da mesma maneira. Pensei em postar esse tópico porque ele gera dúvidas e chega a ser um erro comum no cotidiano dos falantes. 

Onde -> Tem função ora de pronome relativo ora de advérbio interrogativo e sempre indica localização fixa. Quando for utilizado como pronome, pode ser substituído por em que. Nesse caso, formará um período composto, ou seja, apresentará pelo menos duas orações, e os verbos que acompanharem esse pronome na frase, devem expressar permanência. 

Onde fica a Livraria Adoro Ler?
Moro na rua onde fica a Padaria Pão Quente. 
Moro na rua em que fica a Padaria Pão Quente.

Aonde -> É um adverbio, mas ao contrário de onde, não transmite sentido de algo fixo, e por isso é sempre usado com verbos de movimento.

Aonde você vai?
Aonde foi?

Espero ter esclarecido vocês a sanar essa dúvida. Bjs, e até o próximo encontro.
##############################################################################
Visite também meus perfis nas redes sociais:
YouTube: Amanda Midori
Facebook: Amanda Midori
Twitter: twitter.com/amandamidori__
Instagram: instagram.com/amanda_midori
Google+: +AmandaMidoriLimaTeixeira